«Treinava porque devia, CR7 treina porque gosta»

Brasil 07-12-2018 15:28
Por Redação

O antigo astro brasileiro, Ronaldo Nazário, mais conhecido por o Fenómeno, concedeu, esta sexta-feira, uma entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport, onde sobre o craque luso, Cristiano Ronaldo.

O canarinho lembrou que a sua forma de jogar era diferente à do jogador da Juventus, apesar de ambos marcarem muitos golos, chegando a admitir que se tivesse seguido o caminho do madeirense talvez o seu percurso tivesse sido diferente: «Somos diferentes, até pela posição que ocupamos no campo e a forma de a interpretar. O Cristiano agora até joga numa posição mais central. Não é por acaso que o Cristiano chega aos 33 anos neste estado de foma. Creio que poucos jogadores cuidam do corpo como ele, com tanta vontade de melhorar ainda mais. Não digo que a nossa conceção do treino seja distinta, mas a noção do trabalho sim. Eu treinava porque devia, ele treina porque gosta. Se eu tivesse feito o que ele faz agora.»

No final, o ex-jogador canarinho também falou sobre a Bola de Ouro, onde defendeu que Modric foi um justo vencedor, sobretudo pelo que Cristiano Ronaldo não fez no Mundial da Rússia de 2018.

«Todos nós sabemos, a Bola de Ouro é um prémio condicionado pelos resultados do Campeonato do Mundo e a Croácia de Modric esteve melhor que o Portugal de Cristiano», finalizou.

Ler Mais
Comentários (23)

Últimas Notícias