«Sou negro com muito orgulho», diz Nikão após ofensas racistas

Brasil 24-05-2019 14:22
Por João Almeida Moreira, correspondente no Brasil

O jogo da primeira mão da final da Recopa Sul-Americana, equivalente à Supertaça Europeia, ficou marcado pelas ofensas racistas de adeptos do River Plate ao jogador Nikão, do Athletico Paranaense, na internet.

O médio usou então as redes sociais para expor esses comentários e desabafar: «Lamentável, em pleno 2019, ainda existir esses tipos de coisas, sou negro com muito orgulho.»


Os comentários que Nikão escolheu, como legendas a uma foto sua, falavam em «preto horrível filho da p...», em «macaco de m...» e em «negros de m... brasileiros, filhos de mil p..., espero que o avião caia quando vierem à Argentina». O colega de equipa Jonathan, que passou pelo Inter de Milão, solidarizou-se com o atleta. E Marco Ruben, argentino do Athletico Paranaense, também:

«Atos isolados na imensidão das redes mas muito feios e muito tristes.»

No campo, Ruben viria a ser o homem da partida ao marcar o golo que deixa o Athletico na frente da eliminatória, cuja segunda mão, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, está marcada para a madrugada de dia 30. O jogador de 32 anos já marcara esta época quatro golos ao Boca Juniors, o outro gigante argentino, na fase de grupos da Taça dos Libertadores da América - um hat trick em Curitiba e mais um na Bombonera.

O veterano Lucho González (ex-FC Porto) foi titular mas acabou substituído, do lado do Athletico, que conquistou a Copa Sul-Americana no ano passado numa final com o Junior Barranquilla, da Colômbia; Enzo Pérez (ex-Benfica) jogou os 90’ no meio-campo do River, vencedor da Libertadores de 2018, em Madrid, sobre o rival Boca Juniors.

Além dos mais de 30 mil rubronegros presentes na Arena da Baixada, o jogo mobilizou também parte do governo brasileiro. Um dos principais ministros de Jair Bolsonaro, o general Augusto Heleno, incentivou a equipa em vídeo muito comentado nas redes sociais. O ex-juiz e hoje titular da Justiça Sergio Moro também é athleticano assumido. Registe-se que o presidente do clube, Mário Celso Petraglia, fez manifestação de apoio a Bolsonaro na campanha.
 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias