Tite arrasa organização devido ao relvado

Brasil 11-09-2019 11:11
Por Redação

O Brasil-Peru serviu para testes - Tite fez quatro alterações na equipa inicial - e era particular, mas o selecionador do Brasil não gostou de apenas um aspecto:  o estado do relvado do estádio Memorial em Los Angeles. 

O treinador lamentou o resultado, uma derrota por 0-1 frente aos peruanos, mas sublinhou o estado do relvado e pediu à Confederação brasileira que exija mais rigor à empresa responsável por marcar os particulares da Seleção.

«Não quero desculpa a derrota, mas o relvado influencia o desempenho. Não pode acontecer, os jogadores correm risco de lesão. Não peguem só numa parte do que estou a dizer, assumo a derrota - o adversário montou uma estratégia e ganhou. Mas futebol de alto nível não pode ter campos nestas condições não pode acontecer», disse, referindo que Argentina e Chile jogaram há poucos dias neste mesmo relvado. As pessoas responsáveis, a empresa, têm de ver isso. Eu também tenho a minha responsabilidade e já conversei com o Juninho (diretor de Seleções da CBF). A Pitch [empresa organizadora] tem de cuidar melhor destas coisas», lamentou o selecionador brasileiro.

O estádio onde decorreu a partida é casa dos Los Angeles Rams, que atua na NFL, Liga de Futebol Americano). O relvado é natural, mas mais baixo e duro que o usado para futebol. O treinador teria preferido jogar no local onde a equipa treinou - o estádio do Los Angeles FC, que joga na MLS.

«Temos que ter um campo melhor para jogar. Não pode ser num campo destes, não dá para ter um espetáculo. Dá para jogar ténis...», completou.

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias